Crônicas de Espada e Magia

 

resenhas

 

 

 

Resenha publicada originalmente no Dinamo Studios.

“Brothers everywhere – raise your hands into the air
We’re warriors, warriors of the world
Like thunder from the sky – sworn to fight and die
We’re warriors, warriors of the world”

– Manowar, Warriors of the World United

CapaEspadaeMagia1Olá amigos!

Ainda não desvendei o enigma do aço, mas estou quase lá após o termino da leitura de Crônicas de Espada e Magia trazido até o Brasil pelos MEUS amigos da Editora Argonautas (de Porto Alegre) em parceria com a Arte e Letras (Curitiba).

Como essa é a primeira resenha minha sobre livros aqui para o Dínamo Studio, a citação aManowar acima não só encaixa perfeitamente com a obra, como também fala sobre o que o livro é: Uma reunião de contos de autores de todo o mundo (warriors of the world) sobre os heróis de espada e magia, como o organizador do livro e MEU AMIGO Cezar Alcázar bem explica na introdução.

Segundo ele, o protagonista desse gênero fantástico, enfrenta apenas a sua cruzada pessoal, sua moralidade é sempre questionável e ele habita reinos onde o bem e o mal possuem poucas singularidades. “Cavaleiros imaculados lutando ao lado dos seus leais companheiros para salvar o universo das forças malignas não são bem vindos aqui”, diz o capítulo de introdução.

Agora o leitor atento virá me perguntar:

– É tipo aqueles contos emocionantes sobre o Conan que eu lia em Espada Selvagem ?

E eu respondo:

– Você não poderia estar mais certo, caro amigo!

E por falar no cimério, quem assina o primeiro conto é ninguém mais que Robert E. Howard. “O Vale do Verme” narra as aventuras não de Conan, Red Sonja, Kull ou Solomon Kane, mas de James Ellison. Um homem a beira da morte com a capacidade de rever suas encarnações passadas em que fora um valente bárbaro (claro).

Além de Howard, outros autores do gênero “emprestaram” seus contos. Como o badaladoGeorge R. R. Martin que em “As Canções Solitárias de Laren Dorr” demonstra combinar como ninguém fantasia com ficção cientifica numa saga que atravessa diversos mundos bem ao estilo Planescape (do antigo AD&D).

E por falar em mundos além da imaginação, Michael Moorcock nos transporta para “A Cidade do Sonhar”. Narrando os desafios que seu personagem Elric de Melniboné, tem de superar para recuperar o Trono de Rubi de posse da sua poderosa espada Tormentadora!!? (Desculpa Cezar, mas Stormbringer, como nos gibis da Abril, é bem mais legal).

O autor pulp Fritz Leiber também empresta seus ladrões mais clássicos. Em “Encontro Fatídico em Lankhmar” os amigos Fafhrd e Rateiro enfrentam a terrível Guilda dos Ladrões da cidade que nomeia o conto. Essa metrópole cheia de organizações e magos influenciaram (e muito!) o RPG mais famoso do mundo.

Entre as cônicas também há autores além do eixo Estados Unidos/Inglaterra. Saladin Ahmedque no conto “Onde Mora a Virtude”, nos apresenta a um jovem árabe treinado em uma ordem de conhecimentos ocultos que irá aprender com um ancião a combater os terríveis Guhls – uma espécie de vampiro daquelas bandas.

E o Brasil é um dos países que mais nos brinda com aventuras nas Crônicas. O aclamado Carlos Orsi – que já publicou na Dragão Brasil – marca a presença com “O Sinal da Forca”. História de terror com uma pegada religiosa. Ana Cristina Rodrigues narra uma aventura vivida por duas guerreiras ao caçar uma moira (uma de bruxa vampírica) por uma Portugal mística; em “Anta das Virgens”.

Além disso, temos Karl Edward Wagner, Thiago Tizzot, Max Mallmann, Roberto de Sousa Causo e muitos outros. Crônicas de Espada e Magia é a opção perfeita para você que já cansou de hobbits gatunos, anões engraçadinhos e elfos afrescalhados e deseja partir para uma seleção de universos onde a única lei é a da sobrevivência.

Recomendado para quem deseja conhecer novos autores do gênero, mas já leu tudo de Conan; quem procura por raridades como os contos acima citados ou para quem quer ver o sangue rolar sem temor na consciência.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s